Fórum PSM


Estás a ver o fórum como visitante o que te dá acesso limitado a ele, ao fazeres o registo na nossa comunidade poderás criar e responder a tópicos de discussão, trocar mensagens privadas, participar em votações, entre muitas outras coisas. O registo é simples e gratuito, por isso junta-te à nossa comunidade!

    Tomb Raider (Underworld)

    Compartilhe
    avatar
    Good
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 947
    Idade : 26
    Localização : Lordelo
    Reputação : 0
    Pontos : 91
    Data de inscrição : 24/05/2008

    Informações
    Consola(s): PS3\PS2\PS1
    Télemovel Télemovel: LG KS20

    Tomb Raider (Underworld)

    Mensagem por Good em Dom Ago 24, 2008 3:56 am




    Para quem experimenta uma certa nostalgia em relação ao tipo de desafio que se podia encontrar nos vários e épicos puzzles do primeiro Tomb Raider mas, por outro lado, acha que toda a ação de Legend tem seu mérito — embora tenha quase descaracterizado a franquia —, eis uma boa notícia: Tomb Raider: Underworld promete ser uma mistura bastante equilibrada de ambos os extremos.

    Em outras palavras, Underworld não deve ficar detido apenas em uma resolução de enigmas, mas também não deve acabar parecendo apenas um concorrente de Mirror’s Edge. Pelo menos essa parece ser a promessa da Crystal Dynamics.

    No rastro do machado de Thor

    Tudo bem, em relação à história, não tem mesmo como fugir muito do estilo que marcou o jogo ao longo dos anos. Novamente, a brava, independente e podre de rica heroína deve se embrenhar em várias ruínas de civilizações esquecidas realizando o seu hobby quase obsessivo.

    Dessa vez, o prêmio deve ser o lendário machado do deus nórdico, Thor, cujos rumores afirmam que de fato existe e, além disso, é capaz de aniquilar até mesmo os deuses. A nova aventura a virtuosa protagonista vai levá-la novamente a vários locais através do globo, incluindo Tailândia, México e o “extremo norte” — segundo afirmam os desenvolvedores.

    As desventuras de Lara devem ainda ter como pano de fundo submundos relacionados com vários povos, como Xibalba, o inferno Maia.

    Cenários de cartão postal

    É claro que ninguém esperaria quem um Tomb Raider não trouxesse toda uma sorte de ambientes colossais que sem dúvida dariam ótimos cartões postais. Estes cenários também estão presentes em Underworld, porém de uma forma agora bem mais real e dinâmica.

    A nova engine garante um visual ainda mais imersivo.

    Isso se deve em parte à nova e reformulada engine com melhores efeitos de luz e ótimas estruturas pré-renderizadas. Entretanto, a própria dinâmica dos ambientes parece ter sido modificada, trazendo, por exemplo, estruturas que esfarelam e também cortando certos elementos óbvios que tornavam a coisa um pouco linear demais nos títulos anteriores, como as estruturas fixadas na parede que serviam de apoio para Lara. Os novos ambientes não parecem se revelar assim tão facilmente.

    Afora isso, são os belos e usuais ambientes do jogo, incluindo montanhas, mares — muito mais realistas agora — e também, é claro, uma imensidão de cavernas.

    Ação renovada, mas ainda intuitiva

    Depois de tantos anos e tantos títulos, assumir o controle de Lara Croft acaba sendo uma tarefa quase intuitiva. Bem, essa impressão deve continuar em Underworld, com todos os pulos, ganchos e, enfim, todas as manobras atléticas — às vezes até meio inacreditáveis — que são a marca registrada da heroína.

    Underworld coloca toda a ação nas mãos do jogador; nada de jogos rítmicos. Entretanto, novos elementos foram incluídos e algumas coisas forma mesmo revistas. Um exemplo disso é o aprimorado senso de auto-preservação de Lara que entra em funcionamento para o caso de o jogador ter certa tendência suicida. Caso o salto da personagem possa ter sucesso, esta esticará uma das mãos para alcançar uma beirada, uma corda etc.

    Entretanto, caso se atente simplesmente pular de um precipício ou caso a distância entre duas extremidades seja grande demais, Lara simplesmente pára, deixando claro que o movimento é impossível. Se isso vai ou não virar moda, de qualquer forma parece ser uma opção melhor que as clássicas paredes invisíveis.

    Em relação aos movimento novos, pode-se agora escalar livremente em paredes de rocha, esgueirar-se em plataformas estreitas além da possibilidade de se atirar mesmo dependurado em uma corda — uma ótima adição, sem dúvida. Alguns movimentos de Lara também devem deixar de se parecer com jogos rítmicos, dando o total controle ao jogador em vez de simplesmente impor uma seqüência qualquer de botões.

    Armas e aparatos a la Croft

    Além das suas fiéis pistolas e do seu gancho, Lara contará também com outro aparato que deve ajudá-la a atravessar as ruínas de Underworld. Trata-se de um novo sonar que emite constantemente sinais sonoros para produzir uma imagem dos arredores. Além disso, o gancho poderá agora ser utilizado para um eventual rapel, descendo de uma encosta particularmente íngreme.

    O sistema de mira também parece muito mais funcional agora, provavelmente para acompanhar o aumento de inteligência dos animais que aparecem no jogo — não, não será mais possível escapar de um urso subindo uma escadaria. A nova mira trava e permanece assim, mesmo com a personagem saltando e fazendo acrobacias. Lara também será capaz agora de mirar em dois inimigos de uma vez só.

    Miss Croft terá agora também um veículo. Trata-se de uma espécie de moto que deverá servir para qualquer tipo de terreno.

    E, para o caso de tudo o mais falhar, será possível agora defender-se utilizando várias armas em potencial espalhadas pelo cenário, como barras de ferro e vários outros objetos. Entretanto, segurar algum objeto adicional vai, obviamente, forçar Lara a guardar uma de suas armas.


    Tomb Raider: Underworld promete um avanço e uma reformulação muito bem vindos em uma franquia que andava com a imagem um tanto desgastada. Algumas novas informações ainda devem ser trazidas pela próxima edição da GC (Games Convention), a ser realizada do dia 20 ao dia 24 de agosto.

    Aguarde novas informações aqui no Fórum Psm

    Baixaki


    _________________
    avatar
    x0up
    Moderador
    Moderador

    Número de Mensagens : 531
    Idade : 27
    Localização : Portimão
    Reputação : 0
    Pontos : 1
    Data de inscrição : 18/08/2008

    Informações
    Consola(s): PSP\PS1
    Télemovel Télemovel: 3210/1600/ k806i

    Re: Tomb Raider (Underworld)

    Mensagem por x0up em Dom Ago 24, 2008 4:05 am

    este jogo já é um classico....
    avatar
    Good
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 947
    Idade : 26
    Localização : Lordelo
    Reputação : 0
    Pontos : 91
    Data de inscrição : 24/05/2008

    Informações
    Consola(s): PS3\PS2\PS1
    Télemovel Télemovel: LG KS20

    Re: Tomb Raider (Underworld)

    Mensagem por Good em Dom Ago 24, 2008 4:06 am

    x0up escreveu:este jogo já é um classico....


    É Sempre bom manter os classicos, significa ke ainda a muitos apaixonados.


    _________________
    avatar
    b-boybaker
    Moderador
    Moderador

    Número de Mensagens : 237
    Idade : 32
    Localização : Cascais
    Reputação : 0
    Pontos : 0
    Data de inscrição : 13/08/2008

    Informações
    Consola(s): PS3
    Télemovel Télemovel: Nokia 6233

    Re: Tomb Raider (Underworld)

    Mensagem por b-boybaker em Dom Ago 24, 2008 1:27 pm

    é deste ano?
    tem uns bons grafismos essa imagem...

    ponham sempre o ano do jogo e o lançamento ou se ja foi lançado e a data...
    é mais informativo...

    Cumps
    avatar
    Good
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 947
    Idade : 26
    Localização : Lordelo
    Reputação : 0
    Pontos : 91
    Data de inscrição : 24/05/2008

    Informações
    Consola(s): PS3\PS2\PS1
    Télemovel Télemovel: LG KS20

    Re: Tomb Raider (Underworld)

    Mensagem por Good em Dom Ago 24, 2008 2:39 pm

    Admin escreveu:


    Para quem experimenta uma certa nostalgia em relação ao tipo de desafio que se podia encontrar nos vários e épicos puzzles do primeiro Tomb Raider mas, por outro lado, acha que toda a ação de Legend tem seu mérito — embora tenha quase descaracterizado a franquia —, eis uma boa notícia: Tomb Raider: Underworld promete ser uma mistura bastante equilibrada de ambos os extremos.

    Em outras palavras, Underworld não deve ficar detido apenas em uma resolução de enigmas, mas também não deve acabar parecendo apenas um concorrente de Mirror’s Edge. Pelo menos essa parece ser a promessa da Crystal Dynamics.

    No rastro do machado de Thor

    Tudo bem, em relação à história, não tem mesmo como fugir muito do estilo que marcou o jogo ao longo dos anos. Novamente, a brava, independente e podre de rica heroína deve se embrenhar em várias ruínas de civilizações esquecidas realizando o seu hobby quase obsessivo.

    Dessa vez, o prêmio deve ser o lendário machado do deus nórdico, Thor, cujos rumores afirmam que de fato existe e, além disso, é capaz de aniquilar até mesmo os deuses. A nova aventura a virtuosa protagonista vai levá-la novamente a vários locais através do globo, incluindo Tailândia, México e o “extremo norte” — segundo afirmam os desenvolvedores.

    As desventuras de Lara devem ainda ter como pano de fundo submundos relacionados com vários povos, como Xibalba, o inferno Maia.

    Cenários de cartão postal

    É claro que ninguém esperaria quem um Tomb Raider não trouxesse toda uma sorte de ambientes colossais que sem dúvida dariam ótimos cartões postais. Estes cenários também estão presentes em Underworld, porém de uma forma agora bem mais real e dinâmica.

    A nova engine garante um visual ainda mais imersivo.

    Isso se deve em parte à nova e reformulada engine com melhores efeitos de luz e ótimas estruturas pré-renderizadas. Entretanto, a própria dinâmica dos ambientes parece ter sido modificada, trazendo, por exemplo, estruturas que esfarelam e também cortando certos elementos óbvios que tornavam a coisa um pouco linear demais nos títulos anteriores, como as estruturas fixadas na parede que serviam de apoio para Lara. Os novos ambientes não parecem se revelar assim tão facilmente.

    Afora isso, são os belos e usuais ambientes do jogo, incluindo montanhas, mares — muito mais realistas agora — e também, é claro, uma imensidão de cavernas.

    Ação renovada, mas ainda intuitiva

    Depois de tantos anos e tantos títulos, assumir o controle de Lara Croft acaba sendo uma tarefa quase intuitiva. Bem, essa impressão deve continuar em Underworld, com todos os pulos, ganchos e, enfim, todas as manobras atléticas — às vezes até meio inacreditáveis — que são a marca registrada da heroína.

    Underworld coloca toda a ação nas mãos do jogador; nada de jogos rítmicos. Entretanto, novos elementos foram incluídos e algumas coisas forma mesmo revistas. Um exemplo disso é o aprimorado senso de auto-preservação de Lara que entra em funcionamento para o caso de o jogador ter certa tendência suicida. Caso o salto da personagem possa ter sucesso, esta esticará uma das mãos para alcançar uma beirada, uma corda etc.

    Entretanto, caso se atente simplesmente pular de um precipício ou caso a distância entre duas extremidades seja grande demais, Lara simplesmente pára, deixando claro que o movimento é impossível. Se isso vai ou não virar moda, de qualquer forma parece ser uma opção melhor que as clássicas paredes invisíveis.

    Em relação aos movimento novos, pode-se agora escalar livremente em paredes de rocha, esgueirar-se em plataformas estreitas além da possibilidade de se atirar mesmo dependurado em uma corda — uma ótima adição, sem dúvida. Alguns movimentos de Lara também devem deixar de se parecer com jogos rítmicos, dando o total controle ao jogador em vez de simplesmente impor uma seqüência qualquer de botões.

    Armas e aparatos a la Croft

    Além das suas fiéis pistolas e do seu gancho, Lara contará também com outro aparato que deve ajudá-la a atravessar as ruínas de Underworld. Trata-se de um novo sonar que emite constantemente sinais sonoros para produzir uma imagem dos arredores. Além disso, o gancho poderá agora ser utilizado para um eventual rapel, descendo de uma encosta particularmente íngreme.

    O sistema de mira também parece muito mais funcional agora, provavelmente para acompanhar o aumento de inteligência dos animais que aparecem no jogo — não, não será mais possível escapar de um urso subindo uma escadaria. A nova mira trava e permanece assim, mesmo com a personagem saltando e fazendo acrobacias. Lara também será capaz agora de mirar em dois inimigos de uma vez só.

    Miss Croft terá agora também um veículo. Trata-se de uma espécie de moto que deverá servir para qualquer tipo de terreno.

    E, para o caso de tudo o mais falhar, será possível agora defender-se utilizando várias armas em potencial espalhadas pelo cenário, como barras de ferro e vários outros objetos. Entretanto, segurar algum objeto adicional vai, obviamente, forçar Lara a guardar uma de suas armas.


    Tomb Raider: Underworld promete um avanço e uma reformulação muito bem vindos em uma franquia que andava com a imagem um tanto desgastada. Algumas novas informações ainda devem ser trazidas pela próxima edição da GC (Games Convention), a ser realizada do dia 20 ao dia 24 de agosto.

    Aguarde novas informações aqui no Fórum Psm

    Baixaki

    Ainda não saiu


    _________________
    avatar
    Skyflier
    Psm Master
    Psm Master

    Número de Mensagens : 470
    Idade : 26
    Localização : Cascais
    Reputação : 0
    Pontos : 8
    Data de inscrição : 18/08/2008

    Informações
    Consola(s): PS3\PSP
    Télemovel Télemovel: Nokia 6280

    Re: Tomb Raider (Underworld)

    Mensagem por Skyflier em Dom Ago 24, 2008 5:52 pm

    Foi o Tomb Raider dos primeiros jogos a aparecer em 3D e é sempre bom que continuem esta saga.


    _________________

    Conteúdo patrocinado

    Re: Tomb Raider (Underworld)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Nov 22, 2017 9:57 am